O Que Comer Pós-treino

Neste artigo vamos falar sobre o que comer pós-treino. Um tema que tende a ser complexo, pois as empresas de suplementos querem mostrar algo que não é tão real. Os hidratos serão fundamentais no pós-treino, tanto quanto a proteína? Saberás ao longo deste artigo.

As empresas de suplementos gostavam que todas as pessoas pensassem da mesma forma e acreditassem que ingerir um batido pós-treino fazia milagres. Infelizmente existe essa ideia sobre a proteína. Mas, ingerir açúcares num batido pós-treino não é assim tão positivo.

Ler também: Alongamentos são sempre benéficos?

Hidratos Pós-Treino = Pico de Insulina

Ao ingerir no pós-treino alguns hidratos de carbono como dextrose ou malto dextrina irá ter um pico de insulina. Mas, a verdade é que a insulina é necessária para conseguir tirar melhor partido do equilíbrio da proteína muscular, o que irá ajudar no crescimento do mesmo. Todavia, apenas é necessária alguma insulina e não um pico de insulina!

Proteína Liberta Insulina

O que muita gente não sabe é que a proteína também estimula a produção direta de insulina. Por exemplo, apenas 20 gramas de proteína é suficiente para libertar a insulina para tornar os hidratos de carbono um desperdício para o crescimento muscular. Posto isto, entende-se que a proteína é suficiente para ganhos de massa muscular, o que é escusado consumir hidratos pós-treino.

Redefinir Glicogénio

O glicogénio é o que alimenta os músculos e precisamos do mesmo para a produção de energia. E, para termos glicogénio é preciso consumir hidratos. No entanto, não é um treino de ginásio que irá eliminar o glicogénio. 

Na verdade, um treino apenas elimina certa de 15 a 25% do stock de glicogénio e a mesma é reposta facilmente em menos de 24 horas, independentemente da dieta. Ou seja, não é preciso ter pressa a ingerir hidratos, tem o dia todo para os encaixar, a menos que faças treinos de altíssima intensidade.  

Concluímos assim que ingerir um batido pós-treino com dextrose ou malto dextrina estarás a beber açúcares que podias ingerir em outra parte qualquer do dia. Ou seja, não irás beneficiar nos ganhos, não é nutritivo e apenas desperdiças dinheiro.

Dextrose ou Malto Dextrina?

Mesmo após a explicação haverá facilmente pessoas que pensam que há diferenças. Mas, não te iludas. Qualquer suplemento de hidratos de carbono irá apenas alterar a absorção por parte do organismo e a rapidez de digestão. Tudo que irá entrar no organismo é glucose, por isso os efeitos serão idênticos. 

Poupa Calorias

Já percebeste que não precisas de hidratos pós-treino, certo? Mas, damos mais uma ajuda extra. Ao não usar esses hidratos estarão a poupar calorias por cada grama consumida, que podem ser uma ajuda enorme no combate com as macros no final do dia. Vários estudos demonstram não haver melhorias por ingerir estes hidratos, mas ao consumir proteína de forma isolada irá ser mais benéfico, como podes ver aqui.

Conclusão

Já deves ter percebido o que comer pós-treino e que não justifica o consumo de qualquer hidrato de carbono no final dos treinos. O açúcar nesse shake pós-treino não dá nada que o consumo em outra hora não dê. Já que este consumo não interfere na ação da proteína poupa o dinheiro para uma alimentação mais saudável ou outros suplementos que realmente sejam importantes! Picos de insulina podem dar uma falsa sensação de que o hidrato fez milagres, mas lembra-te que não aborda de forma contínua e o glicogénio que é reposto não trará nada de novo. 

Se estás em déficit calórico deves evitar totalmente estes suplementos, face ao elevado índice calórico, que pode e deve ser suportado por alimento que realmente tirem a fome! 

Importante a referir que se tens problemas com diabetes deves desde já falar com um profissional de saúde ou o teu médico e evitar o consumo sem autorização do mesmo.

Diogo Cardoso
Coach & Criador de Conteúdo

Deixe um comentário