Glutamina, O que é e Para Que Serve

Um dos suplementos mais conhecidos do mundo do fitness, mas que maioria nem sabe o que a glutamina faz ou os benefícios dela. Porém, nem tudo é um mar de rosas e existe a ilusão que ela ajuda a perder massa gorda, será mesmo assim? 

Ler também: O Que São Suplementos?

O Que É Glutamina

A glutamina é um aminoácido que não é essencial. Isto significa que o nosso corpo consegue produzir o suficiente sem precisarmos de o ingerir diariamente. Muita gente associa este suplemento a uma ajuda de construção de massa muscular, todavia não há evidências que o comprovem.

A Glutamina

Maioria dela é usada pelo intestino e grande parte da glutamina via oral não chega sequer à corrente sanguínea, pois cerca de 65 a 75% é usada pelo intestino. Assim, acredita-se que ela tem um grande papel na imunidade e saúde gastrointestinal.

Os Estudos Realizados

Os estudos que foram realizados neste suplemento falharam na evidência de mostrar algum benefício da glutamina, quer no desempenho e recuperação ou na construção de massa muscular. Contudo, um estudo demonstrou que 0,25g por quilo de glutamina com uma refeição aumentou o gasto de energia pós-refeição e oxidação de gordura por 42 calorias (4 gramas de gordura), mas o custo/benefício não é compensatório.

Como Usar

Pode ser uma estratégia inteligente para atletas em fase de cutting caso façam cardio em jejum, isto porque a glutamina antes de dormir garante uma melhor libertação de GH e uma melhor mobilização de gorduras no dia seguinte. Todavia, há muitas pessoas que optam por tomar ao acordar também, como há quem use com BCAA durante o treino.  

Deverá ser pensado consoante os teus objetivos, caso optes por consumir mesmo após saber que não é um bem essencial.

Suplemento Em Pó?

Existem duas soluções deste suplemento, sendo eles:

  • Cápsulas moles
  • Em Pó

A forma mais utilizada é o pó. Na verdade, apenas por ser possível agregar a outros. Todavia, as duas soluções por norma têm a mesma disposição nutricional, o que será apenas uma preferência quando escolhemos a suplementação.

Conclusão

Assim sendo, se não houve uma recomendação médica, se não há uma patologia que justifique ou se não és um atleta de alta performance que não te permite uma recuperação satisfatória, à partida, não tens benefícios de suplementar a glutamina, o que será uma perda de dinheiro desnecessária. Deves sempre dar prioridade a uma boa alimentação antes de optares por suplementação. Um profissional pode e deve ser a tua prioridade na resposta à suplementação que queres usar. Podes ler um dos estudos sobre este suplemento, aqui.

Diogo Cardoso
Coach & Criador de Conteúdo

Deixe um comentário