Dor Muscular Depois do Treino

Os mitos começaram a surgir e as opiniões são diversas, mas teremos que sentir dor muscular depois do treino para ter resultados?  

Ter dor muscular depois do treino nem sempre é bom sinal e devemos abordar o assunto de diferentes formas.  

Se és iniciante, intermediário ou avançado no treino, o ser bom ou mau sinal varia e podes estar a cometer um erro ao pensar que dor é sinónimo de hipertrofia.  

No pain, no gain’ virou uma frase comum, mas será ela assim tão verdadeira ou um mito?

Dor Muscular é Sinal de Sucesso?

Há muitas pessoas ainda acreditam que para termos resultados é preciso ficar com dor muscular, que é indicativo de um bom treino. Se não ficou, o treino foi um desperdício de tempo. Mas, será mesmo assim?  

A dor muscular indica que houve dano muscular. Mas, ela indica que houve dano e não é o próprio dano. E dano muscular tem um limite até virar uma lesão. Apesar de ter um papel no processo hipertrófico e na recuperação muscular, a magnitude do dano não se correlaciona com a hipertrofia. Quanto maior o dano, maior o risco de lesão. 

O Que Dizem os Estudos

Não existe nenhum estudo que mostre que quanto mais dor muscular tardia, maior será a hipertrofia. 

Existem estudos que comprovam que há músculos com menos dor que outros, como os deltoides, mas mesmo assim têm a mesma capacidade de hipertrofiar. Ou seja, dor muscular não significa hipertrofia. A dor muscular pode ser um indicativo de ativação muscular. Isso irá dizer se treinas corretamente ou não.  

Por exemplo, num treino de peito sentiste dor tardia nos deltoides e tríceps, é sinal que é necessário rever a técnica do treino ou é sinal que o peito superior está em desigualdade perante os restantes músculos.

Maiores Determinantes de Hipertrofia

Os maiores determinantes são o volume de treino e a progressão de cargas, e a dor muscular não contribui para nenhum destes fatores, o que prova que não faz sentido pensar que ela faz falta para a hipertrofia.

Treinar com Dores

Treinar com dor muscular reduz a ativação do músculo, atrapalha no processo de recuperação e reduz a capacidade de gerar a força.

Calma

É completamente normal se ficares com dor muscular se fores um iniciante no ginásio ou se estiveste algum tempo sem treinar, pois, são estímulos que o teu corpo não estava preparado ou acostumado. Todavia o nosso corpo adapta-se rápido aos novos estímulos e rotinas e começará a ficar menos dolorido, o que significa que facilmente o corpo estará pronto para treinos mais pesados ou para treinar mais vezes por semana. 

Caso sejas intermediário ou avançado e passas a vida dolorido nos treinos e depois dos treinos, deves rever o teu método de treino, pois não deixas o corpo recuperar adequadamente de cada treino, o que a longo prazo trará prejuízo. 

Ler também: Treinar Músculos Isolados

Devemos Treinar Com Dor Muscular?

É muito individual, há quem consiga e outros que não, mas se perguntamos se podemos ou não, sim, podemos. Todavia devemos alongar muito melhor para deixar o sangue chegar aos músculos e sentimo-nos melhor para treinar.  

Caso não seja possível manter as cargas normais e manter a técnica nos exercícios, é sinal que não devemos treinar, mas sim dar mais tempo ao corpo de se recuperar. Devemos então treinar outro músculo ou realizar um treino de recuperação ativa.

Não Tenho Dor e Não Consigo Evoluir

Devemos então rever todo o nosso treino e ver se o volume de treino é adequado. De realçar que a progressão de carga é um dos fatores mais importantes para a hipertrofia. O corpo já se pode ter acostumado ao treino, cargas e não fica dolorido e não evolui.

Estou a Evoluir Mas, Não Sinto Dor

Não tens de preocupar-te e não há razões para isso. Dor muscular não é sinónimo de hipertrofia.  Se progrides sem dor, continua assim porque não é errado.   

Referências: Brad Schoenfeld, estudo de 2010

Diogo Cardoso
Coach & Criador de Conteúdo

Deixe um comentário