Deload - O Conceito e a Importância

Nem todos têm a noção de quando devem fazer um deload, nem do que é um deload. Não há forma de treinarmos meses seguidos sem existir quebra de rendimento ou sem o nosso corpo não pedir socorro. Deve existir sempre uma altura do ‘campeonato’ que devemos deixar o nosso corpo descansar, mas sem parar de treinar.  

Este método deve ser usado de forma a não levar o nosso corpo à exaustão ou à lesão.

O Que é o Deload

É um tempo em que reduzimos para metade a intensidade e/ou volume total do nosso treino. Por norma dura cerca de uma a duas semanas, mas varia consoante o motivo que levou ao deload.  

Este curto prazo de tempo, se for feito de forma adequada, ajudará a recarregar o corpo e a mente e ainda ajudar a voltar com mais força e motivação para os treinos, o que poderá ser fundamental para o crescimento. 

Ler também: Alongamentos São Sempre Benéficos?

Porque o Devemos Fazer

Um dos principais motivos de fazermos deload é prevenir lesões por ‘overtraining’. Ao entrar em deload estás a deixar o corpo relaxar e os teus ligamentos, tendões e articulações também necessitam disso. Além do lado físico, também temos a nossa saúde mental. Quando estamos a treinar com muita intensidade e até à exaustão, também estamos a levar nosso sistema central ao limite. As principais vantagens são:

  • Recuperação muscular e articular
  • Redução de stress
  • Descanso físico e mental
  • Quando É Que Devo Fazer Deload

Existem vários motivos que podem levar à necessidade de realizarmos um deload, mas sentir dores nas articulações e músculos sem recuperação, tem que ser logo visto como um aviso do nosso corpo. Contudo, quando ficas estagnado nas cargas durante semanas, o teu corpo pode estar a pedir um descanso e o deload é a solução. 

Se começas a ter dificuldade em ganhar pump e começa a aparecer a falta de motivação, não desistas, opta por um deload.

Falta de Descanso

A falta de descanso da nossa mente pode levar a uma perda de mindset positivo e isso afetar o corpo. Não só por dificuldade em ganhar pump, ou por estar estagnado são os motivos que nos podem levar ao descanso, mas sim também uma micro lesão, onde o profissional autorizou-o a treinar, porque é possível.  

Quando temos uma micro lesão, mas podemos treinar, devemos reduzir de imediato a carga e a intensidade dos nossos treinos para não comprometer a redução do impacto do treino ou para não piorar a situação.  Existem muitas pessoas com micro lesões nos ombros que podem continuar a treinar, mas têm que optar por treinos mais unilaterais e mais leves, ou seja, um deload obrigatório e fundamental.

Voltar Do Deload

Passando o tempo de descanso, vais voltar aos treinos com mais vontade e motivado, mas não deixes que isso o estrague. Facilmente conseguirás usar as cargas que estavas a usar e até evoluir, mas faz com consciência e faz em progressão de cargas. Caso estejas a voltar de um deload devido a uma micro lesão, deves ter consciência que o músculo lesionado não deve já entrar em grandes cargas de tensão.

Conclusão

Um deload pode ser a solução para a estagnação nos treinos, como ser a solução para um mindset a cair.  Experimenta fazer um deload num curto prazo de tempo e verás as diferenças. Estarás a dar um passo para trás para dar dois para a frente.  

Se não sabes o que se passa contigo, é sempre aconselhável decorrer a um profissional, para o mesmo perceber se precisas de descanso ou se estás com algum problema físico, pois nem tudo o que aparenta, o é. O profissional que te pode ajudar a perceber do que precisas é um fisioterapeuta desportivo ou osteopata. 

Podes ver um estudo sobre este assunto, aqui.

Diogo Cardoso
Coach & Criador de Conteúdo

Deixe um comentário