5 Exercícios Para Treino de Peito Completo

Neste artigo vamos abordar exercícios para conseguir hipertrofiar o seu peito da melhor forma! Vamos lá.

Talvez o músculo favorito de maioria dos homens, mas que também tem surgido várias mulheres a começar a treinar este músculo. Mas, um treino de peito será bem realizado por todos? Existem muitas pessoas que acabam por usar demasiado os ombros ao treinar peito.  E, além de estarem a prejudicar esse membro, acabam por não progredir no músculo desejado ou até mesmo lesionarem-se. 

Ler também: Dor Muscular Depois do Treino – É Bom ou Mau?

Tenha Cuidado Com os Ombros

Um dos maiores problemas do treino do peito acabam em lesões nos ombros. Infelizmente existe mais priorização nas cargas no que a eficácia do treino.  Mas, faça o contrário e veja se não trabalha demasiado os seus ombros. Experimente o treino de peito completo que lhe oferecemos e lembre-se de verificar sempre os ombros, como vamos falar ao longo do artigo.  Ombros sempre encostados e fixos ao banco!

Isole o Treino de Peito

Muitas pessoas não fazem um treino de peito completo com bastante carga porque querem poupar energias para o seguinte músculo.  Mas, ao isolarmos o treino temos várias vantagens.  Além de ganharmos energia para um treino completo de peito, oferecemos mais descanso aos outros músculos e priorizamos apenas um. Se nunca experimentou alterar o treino para músculos isolados, faça-o e diga-nos se sentiu diferença.

1 - Supino na Barra

O mais conhecido do treino de peito.  Aquele exercício que é comum em maioria das pessoas que treinam peito, pois é o que usa maioria dos músculos do peitoral. Pode ser substituído por halteres, mas é mais eficaz.  Vários estudos já demonstraram que é possível hipertrofiar o peitoral só a fazer supino.

2 - Supino Inclinado com Halteres

Cuidado com o ângulo que colocam o banco, apenas 30 a 35% de inclinação é o suficiente, mais do que isso irá recrutar demasiado os ombros. Este exercício possibilita uma amplitude maior, pois ao estar inclinado irá recrutar mais músculos superiores do peito.

3 - Crucifixo Alto

Um exercício bastante isolado, que trabalha o peito pela adução horizontal, o que permite um alongamento dos músculos. Deve colocar o braço semi flexionado e com os cotovelos virados para cima.  Ao puxar o peso deve levar as mãos para a zona da anca e não para a frente e no fim alongar ao máximo os cotovelos.

4# Peck Deck

Nem todos os ginásios oferecem um peck deck, mas se tem no seu ginásio, use e abuse.  Consegue treinar não só o peito, mas também a zona frontal do deltoide. Deve ajustar a máquina para a sua altura e manter sempre o quadril encaixado. Quem tem que fazer o movimento é o seu peito e nunca o seu corpo.

Crucifixo Pegada Meio

Nem todos os ginásios oferecem um peck deck, mas se tem no seu ginásio, use e abuse.  Consegue treinar não só o peito, mas também a zona frontal do deltoide. Deve ajustar a máquina para a sua altura e manter sempre o quadril encaixado. Quem tem que fazer o movimento é o seu peito e nunca o seu corpo.

5# Aberturas Banco Inclinado

Existe uma atenção que deve ter em conta ao realizar este exercício: os halteres têm que estar à altura do peito e nunca dos ombros, pois nesse caso pouco estará a trabalhar o peito, mas sim os ombros.  E, é muito comum acontecer nos ginásios. Encoste os ombros no banco, coloque os halteres na direção do peito e faça aberturas como se fosse um arco, mas verifique se não usa demasiado ombro. Nunca deixe abrir demasiado, pois entrará em repouso e não trabalhará a hipertrofia a 100%.  

Se não sabe quanto deve abrir e não tem ajude, experimente fazer o exercício deitado no chão, irá ajudar a ter uma noção e fazer um género de ponto zero.

Conclusão

Treinar peito pode ser um dos músculos favoritos do homem, mas muitas gentes acabam por o treinar mal e reparam que não o conseguem hipertrofiar da mesma forma que o restante corpo. Assim, com este treino de peito completo consegue ter uma visão diferenciada e perceber que talvez lhe faltavam exercícios e não tinha um treino de peito completo. Dar importância aos ombros é muito relevante para evitar lesões, priorize a movimentação e não a carga. 

Pode ler sobre o estudo do supino aqui.

Diogo Cardoso
Coach & Criador de Conteúdo

Deixe um comentário